Saiba como reduzir o prazo do checklist para crédito imobiliário

Qual banco não procura fazer de tudo para que seus clientes realizem o sonho de ter sua casa própria com muita facilidade? Mas, para garantir a satisfação, é importante que a concessão de crédito aconteça com a maior rapidez possível.

Infelizmente, os trâmites desse processo ainda é grande. De acordo com a Associação Brasileira das entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP), o tempo médio para essa liberação pode chegar a até 3 meses.

Neste post, você vai conhecer uma solução inovadora para reduzir o prazo do checklist para crédito imobiliário e permitir que a data da mudança passe a ser mais próxima do que o cliente imagina! Acompanhe:

O que é checklist para crédito imobiliário?

Toda a análise e aprovação de crédito para um financiamento imobiliário envolve uma série de processos legais, a começar pela entrega de um grande volume de documentos que devem ser avaliados pelo banco.

O checklist para crédito imobiliário consiste, justamente, nesse conjunto de todos esses papéis que o comprador deve apresentar. Os principais deles são:

  • documentos de identificação pessoal: como carteira de identidade, passaporte ou CNH;

  • ficha cadastral: normalmente requisitada e disponibilizada pelo próprio banco, que possui modelos específicos e distintos para este tipo de documento; 

  • certidão comprovante de estado civil: os compradores envolvidos em uma união estável devem apresentar a certidão de casamento e escritura de pacto antenupcial. Solteiros precisam apresentar apenas a certidão de nascimento;

  • extrato do FGTS: válido apenas para quem utilizar os recursos das contas do FGTS como auxílio na compra do imóvel;

  • comprovante de renda: como declaração do imposto de renda, cópia da carteira de trabalho ou extratos bancários anteriores;

  • certidões negativas: as principais certidões negativas solicitadas tanto para o vendedor quanto comprador são referentes à Justiça Federal, protesto de títulos, ações cíveis, débitos executivos fiscais, curatela e tutela;

  • contrato social: cópia do contrato de compra e venda completo, acompanhado de declarações relativas às suas respectivas alterações contratuais;

  • planta do imóvel: deve ser assinada pelo arquiteto ou engenheiro responsável e encaminhada para aprovação pela Prefeitura;

  • certidão de situação fiscal: declaração negativa de pendências relativas ao pagamento do IPTU;

  • declaração de inexistência de débitos condominiais: válido apenas caso o comprador esteja prestes a adquirir um imóvel localizado dentro de um condomínio;

  • matrícula do imóvel: matrícula atualizada do imóvel a ser adquirido, acompanhada de certidão de ônus reais.

  • certidão enfitêutica: válido apenas para imóveis foreiros (bens cuja propriedade é do município, União Federal ou de alguns determinados tipos de entidades privadas).

  • Habite-se: certidão expedida pela Prefeitura para comprovar o cumprimento dos devidos trâmites legais envolvidos na construção do imóvel.

A depender da situação e particularidades do processo de compra, mais documentos podem ser incluídos no checklist.

Como funciona esse checklist?

Após a entrega de todo o checklist para crédito imobiliário, o banco iniciará um complexo processo de análise dos documentos, que poderá envolver pesquisas e consultas a órgãos de créditos, Banco Central, agências de informações comerciais e outras instituições. 

O processo também passa pela avaliação do perfil financeiro do comprador e vendedor. Para isso, alguns órgãos como o INSS, Receita Federal e até mesmo a Justiça Trabalhista deverão ser consultados.

Além disso, também há de se incluir a avaliação do próprio imóvel a ser comprado, que deverá passar por uma ou mais vistorias para garantir que o local realmente apresenta as características descritas em contrato.

É evidente imaginar que todas essas etapas demandam tempo, e, ao ter em mente que o banco deve lidar com diversos processos semelhantes de uma vez, já é de se esperar que a liberação do crédito não seja muito rápida.

Alguns fatores ainda podem prolongar essa espera ainda mais, como:

Problemas com a documentação 

Documentos errados ou incompletos são sinônimo de perda de tempo. A cada nova exigência, o consumidor poderá aguardar de dez a quinze dias. 

Constatação de pendências ou débitos 

Um ou mais desabonos com a Receita Federal, Banco Central ou INSS podem não implicar na negação do crédito, mas certamente serão motivos de atrasos, já que estes problemas precisam ser resolvidos como requisito para dar continuidade às fases do processo.

Sobrecarga de demandas

A depender da estrutura do banco, a época do ano e as condições econômicas da população, o excesso de demandas poderá gerar fila. Afinal, é preciso ter em mente de que todas as etapas do processo de concessão de crédito é feito por pessoas, e requer disponibilidade por parte de todas elas.​

Como é possível reduzir o prazo do checklist para crédito imobiliário?

Se o desejo é tornar a aprovação do checklist para crédito imobiliário mais rápida, o segredo é investir em tecnologia e gestão de processos. Sendo assim, a tendência para lidar com tantas exigências é conciliar a agilidade da automação com um bom planejamento de ações.

Para isso, é possível contar com um sistema capaz de assessorar o processo, incluindo a digitalização, mapeamento e aprovação automática de documentos, uniformização dos dados e seu compartilhamento com outros órgãos.

A Eleven Docs é a primeira plataforma em todo o Brasil capaz de categorizar e distribuir todo o checklist para crédito imobiliário de uma forma mais clara. Dessa forma, o que falta em tempo para os bancos é compensado por uma gestão de procedimentos jurídicos mais eficiente, graças à inteligência artificial de sua plataforma, que extrai dados e automatiza o processo de aprovação. 

Os benefícios oferecidos são inúmeros. Com a agilização do prazo de em até 40%, os bancos reduzem custos, dispensam o gerenciamento de papéis, aumentam o nível de produtividade, livram-se dos atrasos e podem até melhorar a sua margem de lucros. 

Além disso, o banco também passa a ter mais controle sobre suas próprias ações sem deixar de garantir a segurança e privacidade de todos os dados envolvidos no processo de financiamento, que é 100% protegido de invasões e ameaças. Por fim, a própria eficiência da organização tende a crescer, enquanto os seus gastos com funcionários, despachantes e espaço para armazenamento de papéis diminui.

Agora que você já conhece o segredo para reduzir o prazo do checklist para crédito imobiliário, entre em contato conosco, conheça melhor esta plataforma inovadora e entenda como ela pode auxiliar você — podemos ajudá-lo a revolucionar o seu negócio!

Autor: cartórios.com.vc

A cartórios.com.vc é uma startup de serviços de documentação impulsionada pela inovação e tecnologia. Realizamos buscas e envio de 2ª via de certidões de um jeito mais fácil, rápido e seguro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s